Prefeitura atende agricultores familiares com envio de trator e implementos para plantio nos lotes

Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente (SEDERMA) recebe inscrições e organiza o atendimento aos grupos. Administração prioriza a mecanização no campo

| ASSESSORIA DE COMUNICAçãO


Foto: Divulgação

Com o auxílio de parlamentares que destinaram emendas estaduais e federais, e recursos da União e do Estado, a Prefeitura de Sidrolândia recebeu duas plantadeiras de ramas que já estão sendo utilizadas com praticidade e agilidade no plantio em lotes da agricultura familiar. Um implemento está em uso no Assentamento Eldorado II onde já foram atendidos 5 produtores, e o outro está na região do Alambari Cut, com a associação Agrilan.

De acordo com Ivan de Oliveira, titular da Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente (SEDERMA), a dificuldade no município atualmente está em relação à rama de mandioca de boa qualidade. “Algumas pessoas estão tentando buscar fora, e a gente está atendendo na maneira do possível esses produtores, o município é muito grande, duas plantadeiras de ramas não dá para todo mundo, mas é importante essa questão da mecanização do plantio da mandioca, da rama, porque ela me dá uma cultura mais adequada, o espaçamento ideal, não falha tanto na hora da germinação, os testes que a gente está fazendo com os produtores está sendo excelente', explicou Ivan.

Além da plantadeira, há outros implementos da Prefeitura, por intermédio da SEDERMA, que atendem as pequenas propriedades, nos mesmo moldes, sendo duas ensiladeiras, para fazer a silagem para os produtores da pecuária de leite. “O pessoal agora está plantando o milho, o milhento, o capim, e lá para final de janeiro começar a silagem, a ensiladeira vai no mesmo molde, precisa de um grupo de produtores, porque a silagem depende de outros equipamentos também, precisa de dois tratores e carreta, então os pequenos produtores interessados devem procurar aqui a SEDERMA, já começar a fazer o planejamento esses grupos, pra ano que vem a gente poder atender todo mundo no tempo adequado, porque o milho se passar da época da silagem, o milho não serve mais para silagem, então é um trabalho minucioso mesmo, que vai te que trabalhar de dia e de noite' declarou o secretário.

Segundo o secretário, a mecanização para a produção na agricultura familiar é uma das prioridades da Administração Municipal, estabelecidas pelo prefeito Dr. Marcelo Ascoli com a SEDERMA. “Nosso pessoal já está com uma certa idade, trabalho pesado, as temperaturas durante o dia são muito altas, então o nosso produtor, tanto o homem, como a mulher e o jovem, tem que ser resguardado um pouco nesse processo, e a gente está apostando na mecanização, então a plantadeira de ramas, a ensiladeira, o rotoencanteirador pra fazer os canteiros para a horta, tudo isso é um projeto de mecanização da nossa agricultura familiar'.

Na outra ponta é a questão da agregação de valores: “se eu consigo vender a mandioca, picada, descascada e congelada eu vou ter muito mais retorno de renda do que vender a caixa para o CEASA, e por isso mesmo que o prefeito Marcelo está determinando a licitação desta unidade da produção familiar, atrás do Corpo de Bombeiros, onde uma parte daquela construção vai ser utilizada para agregar valor, então eu tenho a mecanização no campo e agregação de valor, então estamos tentando ir por esses dois caminhos'.

Em relação ao manuseio do trator e dos implementos disponibilizados pela Prefeitura para assistência às pequenas propriedades, Ivan conta que a SEDERMA escolheu um tratorista experiente que tem curso e preparo, enquanto que os custos do serviço são arcados pelo produtor. “Todo mundo sabe que o trator não pode ficar de mão em mão, então tem um tratorista designado por nós para conduzir esse processo e cuidar do trator, esse trator que está trabalhando hoje ele tá com 150 óleos, é um trator super novo, então o cara tem quer ver o óleo de manhã, ver o pneu, ver tudo né, então quando muda muito de tratorista tem essa dificuldade de manutenção, então o tratorista ele não é da Prefeitura, mas ele recebe do produtor pela hora trabalhada, mas nós estamos orientando o tratorista'.

Os pequenos produtores interessados pelo atendimento oferecido pela Prefeitura devem fazer a inscrição na SEDERMA, localizada à Rua Targino de Souza Barbosa, 191, Centro, ou pelo telefone (67) 3272-2926.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE