Em Itaporã, justiça condena homem a mais de 8 anos de prisão por filmar adolescente em momento íntimo

O homem já havia sido condenado e recorreu junto TJMS porém foi negado o provimento..

| ITAPORã AGORA


Foto: Divulgação

A vara criminal da comarca de Itaporã, condenou um homem de 37 anos, por ter filmado momentos íntimos em que passou como um adolescente de 17 anos. as imagens foram divulgadas nas redes sociais sem anuência dos dois. devido a repercussão do vídeo e por se tratar de uma menor de idade a família registrou boletim de ocorrência.

Na sentença, o juiz da comarca de Itaporã levou em consideração o artigo 240 do estatuto da criança e do adolescente (ECA), onde possui sanções em que basta filmar para o ato ser considerado crime independente da divulgação ou consentimento da vítima ponto final o caso aconteceu no ano de 2011 na época tinha 17 anos de idade.

O homem já havia sido condenado em primeira instância na comarca de Itaporã, porém seu advogado recorreu junto ao tribunal de justiça de Mato Grosso do Sul onde o tribunal negou provimento ao recurso da defesa sendo assim decretado a prisão pelo juiz da comarca de Itaporã.

Policiais militares de Itaporã cumprir o mandado de prisão no início da manhã deste domingo, 3 de novembro.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE