Mato Grosso do Sul supera meta de vacinação contra sarampo

Mais de 100 mil doses foram aplicadas durante campanha

| CORREIO DO ESTADO / ALÍRIA ARISTIDES


Campanha aconteceu entre os dias 07 e 25 de outubro - Álvaro Rezende/Correio do Estado

A primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo no Mato Grosso do sul foi finalizada com meta superada no Estado. Dos 79 municípios do Estado, 61 ultrapassaram a meta de 95% de cobertura vacinal, proposta pelo Ministério da saúde, de crianças de seis meses a cinco anos incompletos, público alvo da campanha. 

Em todo o Estado, foram aplicadas mais de 100 mil doses da vacina contra sarampo durante a campanha, que ocorreu entre os dias 07 a 25 de outubro. Deste total foram 8.982 doses zero, destinada para crianças entre seis meses a menos de um ano, 38.888 da primeira dose, 43.137 da segunda dose e 12.599 da terceira dose ou mais. Entre as crianças com menos de seis meses, a cobertura foi de 107,47%, o terceiro melhor índice do país, perdendo apenas para Alagoas (108,26%) e Minas Gerais (107,59%).   

Segundo a Secretaria de Saúde de Campo Grande (SESAU), durante as três semanas de campanha quase 4 mil crianças foram imunizadas na Capital. Ao todo, foram 1.810 crianças vacinadas com a dose zero, 1.406 com a primeira dose da tríplice viral e 609 com a segunda dose. 

A faixa etária visada pela campanha é também a mais suscetível ao sarampo, com maior número de casos, hospitalizações e óbitos. Com os saldos positivos da campanha, os municípios que bateram a meta vão receber bonificação do Ministério da Saúde no valor total de R$2,6 milhões. 

Para serem beneficiados com o reforço financeiro, pago em duas parcelas e que equivale a R$1 real per capita, os municípios precisavam cumprir duas metas: alcançar 95% de cobertura vacinal, da primeira dose da tríplice viral, que previne sarampo, rubéola e caxumba, em crianças de 12 meses de idade; e informar o estoque das vacinas de poliomielite, tríplice e pentavalente às Secretarias de Saúde dos Estados e ao Ministério da Saúde.  

Dividida em duas etapas, a campanha deve promover uma segunda etapa da vacinação entre os dias 18 e 30 de novembro. Será priorizado o grupo de 20 a 29 anos, segunda faixa etária mais atingida pelo sarampo. Atualmente em Campo Grande há 27 casos suspeitos de sarampo notificados, sendo 22 descartados, 1 confirmado e 4 em investigação.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE