Ação do Choque na PED segue cronograma de presídio, diz Agepen

Apesar da negativa, o estabelecimento penal chegou a receber reforço, principalmente nas muralhas, como medida preventiva a qualquer possibilidade de ação dos internos

| DOURADOSNEWS / ADRIANO MORETTO


Choque auxilia agentes penitenciários em pente-fino - Crédito: Arquivo/Dourados News

O pente-fino realizado desde as primeiras horas da manhã na PED (Penitenciária Estadual de Dourados) é preventivo e cumpre um cronograma de segurança por parte da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário).

De acordo com a assessoria de imprensa da Agência, a ação realizada pelos agentes com o auxílio do Batalhão de Choque da Polícia Militar, é necessária para buscas de objetos ilícitos dentro do presídio, que abriga atualmente mais de 2 mil presos, o triplo de capacidade. 

Conforme apurado pelo Dourados News, no final de semana passado agentes receberam informações sobre um possível plano de fuga no local, porém, conforme a Agepen, a operação de hoje não tem ligação com o caso. 

Apesar da negativa, o estabelecimento penal chegou a receber reforço, principalmente nas muralhas, como medida preventiva a qualquer possibilidade de ação dos internos.

Fuga recente

No dia 26 de setembro, Ronivaldo Pires Ferreira, 37, o Roni, conseguiu deixar a PED após escalar o muro de contenção. Ele estava na companhia de outros internos que também tentavam deixar o presídio. 

Até o momento ele não foi capturado, relembre aqui.  

Roni cumpria pena por tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma. 



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE