Vídeo mostra acidente entre duas motos em cruzamento da Capital

Moradores dizem que acidentes são frequentes e pedem semáforo

| CORREIO DO ESTADO / GLAUCEA VACCARI


Motos colidiram em cruzamento na Vila Piratininga - Reprodução

Imprudência no trânsito causou acidente entre duas motos, nesta terça-feira (15), no cruzamento da Rua do Hipódromo com Avenida Manoel da Costa Lima, na Vila Piratininga, em Campo Grande. Imagens de câmeras de segurança de estabelecimentos próximos flagraram momento que um dos motoqueiros invade a preferencial. Veja o vídeo abaixo.

Conforme informações apuradas pelo Correio do Estado, homem seguia em uma Honda Biz pela Rua do Hipódromo e não respeitou a sinalização de parada obrigatória da via, invadindo a Manoel da Costa Lima. Motociclista que seguia na preferencial não teve tempo de parar e houve a colisão.

Corpo de Bombeiros foi acionado e socorreu as vítimas. Um deles chegou a ficar inconsciente logo após a batida, mas recuperou a consciência e o estado de saúde de ambos não foi considerado grave.

Moradores da região afirmam que acidentes são frequentes no local devido a via ser movimentada, alegando que o ideal seria um semáforo para controlar o fluxo, tanto por conta dos carros e motos, quanto de pedestres que precisam esperar por vários minutos pela oportunidade de atravessar a rua.

Segundo estatísticas mais recentes do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS), 70% dos acidentes acontecem por falta de atenção. Conforme estabelece o artigo 208 do Código de Trânsito Brasileiro, avançar sinal de parada obrigatória é considerada infração gravissíma e a penalidade gera multa. 

Agente de trânsito, Joelma Bonifácio, afirma que é importante respeitar todas as leis de trânsito, como a sinalização, mas manter a atenção durante o trajeto. Segundo ela, o risco de ocorrer um acidente aumenta a partir do momento em que os olhos se desviam da via à frente. 

Joelma ressalta também que é preciso lembrar de andar na velocidade compatível com a via. “É preciso sair de casa descansado. O excesso de velocidade dificulta a reação diante de situações adversas e aumenta a gravidade das consequências em casos de acidentes', concluiu.

* Colaborou Valdenir Rezende.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE