Vereador de Caarapó cobra melhorias no Bairro Santo Antônio

. A preocupação também é com os caminhões que ficam estacionados em frente à Cargil,

| ASSESSORIA DE COMUNICAçãO


Foto: Divulgação

O vereador Luiz de Almeida Miranda o “Macarrão” (DEM), apresentou indicação na sessão desta terça-feira (08), endereçada  à  Secretaria Municipal de Planejamento, Projeto e Habitação e à Secretaria Municipal de Governo e Infraestrutura.No documento Macarrão pede que  viabilizem a manutenção das luminárias com substituição das lâmpadas queimadas, retirada de entulhos e melhorias nas ruas do Bairro Santo Antônio.

De acordo com o propositor, o atendimento destes pedidos é de fundamental importância para oferecer, conforto e segurança aos munícipes que transitam pelo local, especialmente no período noturno. “Além da iluminação, os moradores também reclamam da situação das ruas que se encontram com inúmeros buracos, e entulhos nas vias que provocam desconforto”, disse Luiz Macarrão.

Na mesma sessão o parlamentar apresentou indicação ao Secretário de estado de Estado de Obras Públicas, Murilo Zauith, pedindo que viabilize a realização de serviços de tapa-buracos na malha asfáltica da Rod. MS 156 – José Moreno, trecho de Caarapó à Usina Raízen.

No documento, Macarrão ainda pede  a instalação de  redutor de velocidade – tipo semáforo, nas proximidades da entrada do Parque de Exposições.     Esta proposição segundo o vereador, visa atender pedido dos usuários daquela via. “Estive no local e constatei que há um grande fluxo de veículos diariamente, que realmente tem de passar por diversos buracos na pista.  Além de provocar danos nos veículos, esses buracos podem também causar acidentes”, alerta o vereador.

Com relação ao redutor de velocidade, o vereador explica que no Parque de Exposições acontecem diversos eventos, inclusive a feira agropecuária todos os anos. “Desta forma, acaba sendo ainda mais intenso o fluxo de veículos que entram e saem do pátio. A preocupação também é com os caminhões que ficam estacionados em frente à Cargil, o que aumenta ainda mais os riscos aos motoristas que  tem de  cruzar com outros veículos de carga e utilitários que passam pela via asfaltada”, disse Macarrão. 



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE