Homem invade camelódromo em surto e é socorrido após sofrer parada cardíaca

A vítima chegou a derrubar produtos de um box e precisou ser contido por funcionários

| CAMPO GRANDE NEWS / GEISY GARNES E LINIKER RIBEIRO


Equipes do Samu socorreram o rapaz (Foto: Kisie Ainoã)

Um rapaz, não identificado, foi socorrido em estado grave após um surto no Camelódromo de Campo Grande. Depois de derrubar produtos de um box de eletrônicos, ele foi imobilizado, sofreu parada cardiorrespiratória e precisou ser reanimado por equipes de socorro.

Conforme comerciantes, o rapaz chegou visivelmente alterado, derrubando os produtos de um box que vende eletrônicos e acabou imobilizado pelos funcionários do camelódromo. Ele acabou passando mal e precisou ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Segundo informações repassadas pelo Samu, o rapaz sofreu parada cardiorrespiratória, precisou ser entubado e reanimado ainda no local antes de ser levado para a Santa Casa de Campo Grande. Testemunhas afirmaram que a vítima é usuária de drogas.

O episódio assustou e preocupou quem trabalha no local todos os dias. “Na hora do desespero fiquei mais de 10 minutos tentando chamar o segurança e nada', contou a comerciante Fernanda Rodrigues, de 26 anos. Segundo ela, deveria haver segurança em casa um dos 11 portões do camelódromo.

“Mas o número de segurança não é suficiente. Deveria aumentar, é ruim tanto pros clientes como para gente. Hoje foi esse cara que entrou, mas poderia ser alguém com uma faca', reforçou.

Ao Campo Grande News o presidente da associação de vendedores ambulantes, Francisco José Pereira, rebateu a denúncia. Ele explicou que dos 11 portões apenas os seis principais ficam abertos. Outros três são usados exclusivamente para saída de emergência. Ainda conforme ele, ao todo 14 seguranças trabalham em escala de plantão no local. “Durante o dia são seis funcionários e de noite dois'.

Francisco afirmou ainda que em oito anos na frente da associação, três deles como vice-presidente, nunca houve nenhum tipo de problema com a segurança do camelódromo.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE