IEL apresenta a empresários de Campo Grande vantagens de adesão ao PQF

á temos 21 fornecedores que aderiram ao programa e esperamos um total de 40 empresas

| FIEMS


IEL apresenta a empresários de Campo Grande vantagens de adesão ao PQF

Com o objetivo de sensibilizar empresários de Campo Grande a aderirem ao PQF (Programa Programa de Qualificação de Fornecedores), o IEL realizou nesta quinta-feira (17/06), em parceria com a Sedesc (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia), um encontro para apresentar as vantagens do programa, esclarecer dúvidas e explicar como fazer a adesão.

Ao abrir a reunião, o superintendente do IEL, José Fernando do Amaral, destacou a credibilidade do programa, que começou em Mato Grosso do Sul em 2018 e só traz vantagens aos empresários. “Além de passar por um treinamento que vai mudar toda a gestão, as empresas participantes do PQF terão prioridade na hora de fornecer para a prefeitura de Campo Grande e demais âncoras do programa, que são a Suzano e a Amcor, além das prefeituras de Três Lagoas e Ribas do Rio Pardo”, afirmou.

União

O gestor do PQF no Estado e coordenador da área de desenvolvimento empresarial do IEL, Hugo Bittar, explicou que o objetivo geral é gerar um cadastro positivo de empresas fornecedoras para que as grandes empresas possam comprar em Campo Grande. “Por isso é importante termos esse apoio da Prefeitura aqui hoje, nos ajudando a convidar empresários a aderirem ao programa. O intuito do programa é unir forças com várias entidades”, destacou.

Ele reforçou ainda as inúmeras oportunidades que surgem a partir da adesão ao PQF. “Temos um horizonte de desenvolvimento muito interessante, porque temos grandes empresas em Mato Grosso do Sul com projetos de ampliação e não adianta esperar que isso aconteça para que os nossos empresários aqui se prepararem para atender essas novas demandas que vão surgir”, completou.

Na avaliação do titular da Sedesc, Herbert Assunção, é fundamental a parceria com o IEL para sensibilizar os empresários. “Já temos 21 fornecedores que aderiram ao programa e esperamos um total de 40 empresas. As regras mudaram e a gente sabe que qualificando melhor a gente encurta o tempo, dá mais agilidade aos processos de contratação e evita o desperdício. Não é mais possível que licitações sejam fracassadas por falta de documentos, por exemplo, e um dos objetivos do PQF é qualificar o fornecedor para que ele atenda a todos os requisitos e legislação necessários”, salientou.

Repercussão

O empresário Frank Billy, da Power Seco, empresa de lavagem e impermeabilização de estofados, decidiu participar de encontro para se informar melhor sobre o programa. “Acho interessante participarmos de eventos como esse porque sendo um pequeno empresário, é muito mais difícil conseguir oportunidades de ampliar o leque de clientes, então é importante vir aqui e conhecer um programa que pode melhorar minha gestão e me ajudar a fornecer para outras empresas e também para órgãos públicos”, comentou.

Já o empresário Mário Caneiro, da Teton Comércio e Serviços, empresa de tecnologia, já desenvolve parcerias com o IEL e ficou interessado em saber mais sobre o PQF. “Tenho dois estagiários por meio do programa do IEL, conheço boa parte dos serviços e produtos e agora vim entender melhor sobre o PQF e ver como posso aderir. Acredito que devemos estar sempre nos atualizando e buscando formas de nos qualificar para o mercado e vejo esse encontro como uma excelente oportunidade”, finalizou.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE