Rede Solidária debate temas para conscientizar crianças sobre abuso e exploração sexual

No dia 17 de maio, as crianças e adolescentes também irão participar da Audiência Pública: Maio Laranja, na Câmara Municipal de Campo Grande.

| PORTAL MS


As palestras também serão voltadas para os adultos e pais de crianças e jovens atendidos pelo Rede para que possam tratar do assunto com seus filhos dentro de casa

O Rede Solidária inicia programação com foco na conscientização sobre abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. As atividades acontecem dentro do Maio Laranja, mês dedicado ao combate, prevenção e conscientização deste crime, a ideia é levar o debate as crianças, jovens e adultos que frequentam as atividades no projeto, que é desenvolvido pelo Governo do Estado em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast).

A partir do dia 2 desta quinta-feira (02.05), serão desenvolvidas atividades lúdicas e pedagógicas voltadas para o resgate da infância e das brincadeiras infantis através de gincanas e oficinas de pintura e artes, onde as crianças de 5 a 8 anos produzirão material que será apresentado em exposição na última semana do mês. As ações atendem as duas unidades do projeto estadual.

Para os adolescentes o tema será abordado por meio de roda de conversas ministradas pelos instrutores e mediada por um profissional na área pedagógica. O público adulto também participará das ações através de debates e rodas de conversa com enfoque preventivo e instrutivo, de como abordar e lidar com o tema em casa. Além da programação pedagógica e debates as ações contarão com palestra do Conselho Tutelar, atividades psicossociais com o Projeto Bombeiros do Amanhã, apresentações Teatrais com os Grupos Moça da Cidade e Teatro A Campo Aberto. No dia 17 de maio, as crianças e adolescentes também irão participar da Audiência Pública: Maio Laranja, na Câmara Municipal de Campo Grande.

As palestras também serão voltadas para os adultos e pais de crianças e jovens atendidos pelo Rede para que possam tratar do assunto com seus filhos dentro de casa

“E um tema difícil para os pais e responsáveis tratarem com as crianças e adolescentes, muitas das vezes nem é um assunto abordado em casa, por ser tabu, ou até mesmo pelo abuso acontecer em mais de 80% dos casos dentro da casa da vítima, o que torna a situação mais preocupante, por isso é importante a atuação do Governo sobre o tema, instruindo, prevenindo, conscientizando e ajudando as famílias a encararem o assunto”, destaca Paulo Vitor Ribeiro, Coordenador Pedagógico do Rede Unidade II.

Maio Laranja

Em todo Brasil, o mês de maio foi escolhido com o objetivo de alinhar as ações de combate ao tema com o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, lembrado no dia 18 de maio. Em Mato Grosso do Sul a data faz parte do calendário estadual como “Maio Laranja – Contra o Abuso Sexual de Crianças e Adolescentes” através da Lei Estadual n° 5.118.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE