Para Longen, Corrêa dará continuidade à agenda de industrialização de MS estando à frente da Presidência da AL

Depois de tomar posse como presidente da Casa de Leis, Paulo Corrêa elencou uma série de pautas a serem trabalhadas em prol da continuidade do desenvolvimento da indústria estadual, envolvendo impostos, atração de novos empreendimentos, além da Rota Bioceânica.

| ASSESSORIA


Para Longen, Corrêa dará continuidade à agenda de industrialização de MS estando à frente da Presidência da AL

Após a posse do deputado estadual Paulo Corrêa (PSDB) para comandar a Presidência da Assembleia Legislativa pelos próximos dois anos, o presidente da Fiems, Sérgio Longen, afirmou que o setor industrial anseia pela continuidade do trabalho que o parlamentar desenvolveu para atrair novas indústrias a Mato Grosso do Sul no tempo que presidiu a Comissão de Indústria, Comércio e Turismo da Casa de Leis.

“A posse do Paulo Corrêa como presidente da Assembleia Legislativa significa um alinhamento com a produção. Enquanto presidente da comissão responsável por analisar os projetos para o setor produtivo, o deputado trabalhou com afinco para trazer empresas e gerar empregos, além de ajudar vários municípios”, lembrou Longen.

 

“Agora, como presidente da Casa de Leis, o Paulo Corrêa desponta como uma grande liderança política de Mato Grosso do Sul e esperamos que dê sequência a esses projetos pela industrialização do Estado”, completou o presidente da Fiems.

Pautas

Depois de tomar posse como presidente da Casa de Leis, Paulo Corrêa elencou uma série de pautas a serem trabalhadas em prol da continuidade do desenvolvimento da indústria estadual, envolvendo impostos, atração de novos empreendimentos, além da Rota Bioceânica.

“O que pudermos fazer para reduzir a carga tributária, faremos. Também vamos trabalhar para atrair novas indústrias e, com a ajuda dos prefeitos, usar todos os instrumentos legais para interiorizar o desenvolvimento, porque cada município desse Estado quer receber uma indústria, mas é preciso analisar a aptidão deles”, disse o novo presidente da Assembleia Legislativa.

Paulo Corrêa também destacou a importância de dar andamento a viabilização da Rota Biocecânica para alavancar a capacidade de exportação e escoamento da produção do Estado. “É preciso que esse projeto saia do papel porque Mato Grosso do Sul vai estar na metade do caminho da rota. É um sonho porque será possível transportar soja, carne e outras matérias-primas”, analisou

Sucessão

Presidida por Paulo Corrêa ao longo de diversos mandatos, a comissão responsável por analisar as proposições relacionadas ao setor produtivo do Estado já desperta o interesse de outros parlamentares. Enquanto presidente da Casa, Corrêa fica regimentalmente impedido de comandar comissões.

“A discussão em torno de quem será o novo presidente se inicia na segunda-feira, quando serão formados os blocos para então decidir a composição das comissões. Temos três deputados que desejam me suceder”, declarou o deputado estadual em entrevista coletiva após a eleição da Mesa Diretora. Os blocos parlamentares são formados para garantir que todos os parlamentares tenham espaço nas comissões.

Leia mais no site www.fiems.com.br ou pelo link http://www.fiems.com.br/noticias/para-longen-correa-dara-continuidade-a-agenda-de-industrializacao-de-ms-estando-a-frente-da-presidencia-da-al/28054



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE