Intervalo entre doses de adolescentes subirá para 12 semanas em Mato Grosso do Sul

Atualmente o aprazamento entre doses da Pfizer para adolescentes é de três semanas

| CORREIO DO ESTADO / NAIARA CAMARGO


Intervalo entre doses de adolescentes subirá para 12 semanas em MS - Álvaro Rezende

O intervalo entre a primeira e segunda dose da Pfizer para adolescentes será de doze semanas em Mato Grosso do Sul, de acordo com o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende.

Atualmente o intervalo entre doses em adolescentes é de três semanas, de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES). 

“Aqui no Estado vamos tomar uma decisão junto com os secretários municipais: vamos continuar aplicando a D1 em adolescentes, só que a D2 nós vamos dar um aprazamento de 12 semanas'.

O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira (20), por meio de live transmitida em uma rede social.

De acordo com dados do vacinômetro disponibilizado pela SES, 4,82% de adolescentes tomaram a segunda dose da vacina em Mato Grosso do Sul. 

São 180.978 doses aplicadas no público de 12 a 17 anos, sendo 167.552 da primeira dose e 13.426 da segunda.

Mato Grosso do Sul foi o primeiro estado do Brasil a iniciar a imunização em adolescentes.

O Ministério da Saúde orientou as 27 unidades federativas à suspender a imunização em adolescentes após uma menina de 16 anos falecer em São Paulo horas depois de receber o imunizante da Pfizer. 

A Pfizer anuncia que a vacina é segura e eficaz contra a Covid-19 em pessoas acima de 12 anos.

 Mato Grosso do Sul não seguirá a orientação do Ministério e continuará vacinando adolescentes de 12 a 17 anos.

Resende afirma que a orientação do Ministério foi equivocada e que a imunização de jovens segue normal em Mato Grosso do Sul. 

“Vai continuar. Como já estamos acelerados nós queremos inclusive avançar o processo de imunização nos adolescentes'.

O prefeito de Campo Grande, Marcos Trad (PSD), é a favor em dar prosseguimento à imunização de adolescentes. “Vamos continuar vacinando adolescentes'.

O secretário municipal de Saúde de Campo Grande, José Mauro Filho, afirma que adolescentes continuarão sendo imunizados com a primeira e segunda dose. 

“A princípio nada muda. Neste momento, estamos seguindo a orientação da câmara intergestora bipartite e da Anvisa'.

De acordo com dados do  vacinômetro  disponibilizado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), Mato Grosso do Sul tem 75,52 %% de pessoas vacinadas e 53,19% imunizadas contra Covid-19.

Isso representa 1.886.827 sul-mato-grossenses que receberam a primeira dose, 1.260.793 que receberam a segunda dose e 234.904 que receberam a dose única. 

Campo Grande tem 69,74% de vacinados e 55,93% de imunizados, segundo dados do  vacinômetro  disponibilizado pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesau).

Este número representa 631.897 campo-grandenses que tomaram uma dose da vacina e 506.750 pessoas que tomaram as duas doses ou dose única.

Mato Grosso do Sul é o primeiro estado do país no ranking de aplicação da segunda dose, de acordo com dados do  vacinômetro  disponibilizado pelo Ministério da Saúde.


Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do Canaldaqui (67) 98186-1999

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100010531782535

Clique aqui e receba notícias do Canaldaqui no seu WhatsApp!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE