Júlia paga caro por malcriações e come o pão que o diabo amassou no final de 'A Vida da Gente'

Novela termina na próxima semana e menina ficará entre a vida e a morte precisando de um transplante

| MIDIAMAX


Júlia correrá risco de vida ao descobrir hepatite fulminante - (Foto: TV Globo)

Odiada pelo público, considerada mimada e insuportável, a pequena Júlia (Jesuela Moro) pagará caro por ter sido sem graça com a mãe Ana (Fernanda Vasconcellos) na maior parte do folhetim.

Sabedoria popular brasileira diz que 'aqui se faz, aqui se paga' e 'cada um colhe o que planta', e nem as crianças estão imunes e passam ilesas das leis da vida. Na ficção, ela será punida por ter destratado e feito pouco caso da mãe tantas vezes.

A pequena começará a apresentar sinais de alguma doença já nos próximos capítulos, e no início da próxima semana, a última da trama, o diagnóstico finalmente confirmará que ela tem hepatite fulminante e precisará de um transplante de fígado.

Manu (Marjorie Estiano), Rodrigo (Rafael Cardoso) e Ana tentarão assimilar o que está acontecendo. Como o caso é de urgência, os médicos vão explicar que os pais são os primeiros com chances a se candidatar como doadores, desde que sejam compatíveis com a filha.

Ana se adiantará e dirá que seu tipo sanguíneo é o mesmo da filha, mas Lúcio (Thiago Lacerda) lembrará que por conta do coma, Ana sofreu uma lesão hepática leve por uso prolongado de anticonvulsionantes, e por isso não poderá ser a doadora. A saída é partir para os parentes consanguíneos e será Manuela quem doará o fígado à menina.

A debilidade da filha aproximará novamente as irmãs, que farão as pazes em nome do amor por Júlia e para salvá-la da morte.


Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do Canaldaqui (67) 98186-1999

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100010531782535

Clique aqui e receba notícias do Canaldaqui no seu WhatsApp!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE