Caçadores são presos com espingardas ilegais ao saírem de rancho em MS

Animal silvestre e ave foram encontrados abatidos pelos caçadores

| MIDIAMAX


(Foto: Ilustrativa/ PMA)

Dois caçadores, de 44 e 20 anos, foram presos em flagrante na manhã deste domingo (30) na cidade de Bataguassu, distante 335 km da Capital, com armamento ilegal para caça e uma ave abatida, além de munições. Duas espingardas estavam com eles e uma terceira, escondida em uma geladeira usada como baú.

Conforme informações do registro policial, a dupla se dirigia no sentido contrário da viatura da PMA (Polícia Militar Ambiental), em uma Toyota Hilux, após receberem uma denúncia anônima. O motorista recebeu voz de parada e, durante entrevista, confessou que transportava duas armas.

Uma espingarda calibre 28, junto a três cartuchos de metal intactos, foram encontrados em cima do banco traseiro. Outra espingarda, calibre 22, com 16 munições intactas. Além disso, na carroceria da Hilux estavam dois apitos para atrair animais, quatro facas de açougueiro, lanterna, uma ossada de animal silvestre – possivelmente um porco-monteiro -, um rolo de arame, um alicate e uma ave silvestre da espécie jaó, também abatido.

Questionados sobre o animal abatido, o jovem de 20 anos alegou que foi ele quem fez o disparo que matou o porco. Ambos assumiram a responsabilidade pelas armas. Em seguida, os policiais se dirigiram até o rancho, em construção, onde eles disseram terem passado a noite. Por lá, encontraram outra espingarda calibre 22em uma geladeira, usada como baú, com três cartuchos.

Ao todo, 15 munições foram localizadas. A dupla responderá por porte e posse ilegal de arma de fogo de uso permitido e matar espécie da fauna silvestre sem autorização.


Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do Canaldaqui (67) 98186-1999

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100010531782535

Clique aqui e receba notícias do Canaldaqui no seu WhatsApp!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE