Camiseta vermelha pode ajudar identificação de ossada achada no Caiobá

| ANA PAULA CHUVA E ANA OSHIRO / CAMPO GRANDE NEWS


Camiseta usada pela vítima foi enviada para perícia. (Foto: Divulgação | Polícia Civil)

Sem nenhuma pista de quem seja a ossada humana encontrada em área de mata às margens do Córrego Lagoa, na região do Portal Caiobá, na manhã de ontem (24), a polícia tenta coletar material de DNA para fazer a identificação. Além dos ossos, também foi encontrada uma camiseta  que era usada pela vítima.

De acordo com o delegado titular da 6ª Delegacia de Polícia Civil, Giulliano Carvalho Biacio, o trabalho é mais complexo, justamente por não ter nenhuma informação da vítima, por isso buscam primeiro essa identificação para prosseguir com as investigações.

“É um trabalho mais delicado. O primeiro passo é identificar a vítima. A ossada foi encaminhada para tentar coletar algum material  de DNA e identificar se é homem ou mulher e idade aproximada.', disse Biacio.

Além da ossada, uma camiseta vermelha com a frase “Fazer uma mulher feliz é muito fácil. Difícil é juntar dinheiro suficiente para isso', foi encontrada na mata e levada para a perícia. A polícia espera que a peça seja reconhecida por algum parente da vítima.

Achado - A ossada humana foi encontrada ontem por um catador de recicláveis de 40 anos. O achado estava em área de mata no cruzamento da Avenida Doutor Nasri Siufi com a Rua Rio Brilhante.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros passava pelo local e foi chamada pelo catador de material reciclável. A PM (Polícia Militar), Polícia Civil e Perícia Técnica foram chamadas. No loca foram localizados fêmur, crânio e costela e todo material foi levado para o Imol ( Instituto de Medicina e Odontologia Legal).


Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do Canaldaqui (67) 98186-1999

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100010531782535

Clique aqui e receba notícias do Canaldaqui no seu WhatsApp!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE