F1: carro quebra ao meio e pega fogo em acidente forte; Grosjean escapa

Grosjean deixou o carro com agilidade e só com uma sapatilha em meio às fortes chamas e consciente, mas com dificuldades para caminhar

| ITAPORã AGORA/UOL


Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

Um grave acidente ocorrido poucos momentos após a largada do GP do Bahrein assustou os fãs de Fórmula 1 na manhã de hoje (29). O carro do francês Romain Grosjean, da Haas, bateu de frente com a AlphaTauri do russo Daniil Kvyat, e foi de encontro à barreira de pneus, debaixo do guard rail, pegando fogo e quebrando no meio imediatamente. As imagens impressionantes indicaram uma explosão no local.

Grosjean deixou o carro com agilidade e só com uma sapatilha em meio às fortes chamas. Ele estava consciente, mas com dificuldades para caminhar, foi atendido em ambulância e no centro médico do circuito e gerou preocupação de todos os outros pilotos e funcionários do grid. A corrida foi imediatamente interrompida com bandeira vermelha.

A Haas informou que ele teve queimaduras pequenas nas mãos e tornozelos, mas estava bem no momento do primeiro atendimento. Ele foi retirado do local de maca, com tubo de oxigênio, e uma suspeita de fratura nas costelas. Foi de helicóptero direto para um hospital próximo.

Gunther Steiner, chefe da Haas, foi a primeira voz oficial a se manifestar sobre o assunto:

“Romain está bem, não quero fazer um comentário médico, mas ele tinha queimaduras leves nas mãos e tornozelos. Obviamente, ele está abalado . Quero agradecer às equipes de resgate que foram muito rápidas. Os comissários e pessoal da FIA fizeram um ótimo trabalho, mas foi assustador.”

A direção de prova informou um atraso mínimo de 40 minutos porque o guard rail foi furado pelo carro de Grosjean e um aviso de dez minutos antes do retorno da corrida. Um muro substituiu o guard rail.

Work to repair the barrier is continuing #BahrainGP 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE