Após reportagem, Defensoria pede celeridade para cirurgia de Helen

Sofrendo com gigantomastia, Helen está na fila do SUS há 20 anos.

| MIDIAMAX


Helen deixou de ir à igreja por conta do preconceito e dores. ( Foto: Arquivo Pessoal)

Após a reportagem do Jornal Midiamax contando a história de Helen Cristina, de 41 anos, a Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul entrará com pedido ao município de Ivinhema, a 288 quilômetros de Campo Grande, para dar celeridade ao processo de cirurgia de redução de mama. A paciente está há 20 anos na fila do SUS (Sistema Único de Saúde).

Em nota, a assessoria de comunicação do órgão informou que entrou em contato com Helen para dar continuidade a solicitação. Ela entrou com o pedido no ano passado, mas os laudos estavam desatualizados, porém, com a pandemia de coronavírus, o setor de ortopedia está atendendo apenas casos urgentes.

Quanto a reclamação do mau atendimento de um assessor na unidade, a administração superior irá investigar a situação.

Justiça eleitoral determina que Facebook retire postagens contra prefeito

Campanha Nacional de Vacinação termina nesta sexta-feira

O Jornal Midiamax contou parte da jornada e luta de Helen, que desde os 12 anos enfrenta gigantomastia, uma condição que causa o crescimento fora do convencional dos seios. Além das dores físicas, Helen carregava traumas emocionais causados.

“Já sofri abusos na escola, onde meninos apostavam entre eles para na hora dos intervalos virem ocorrendo e socarem meus seios. Chorei muito e ninguém fazia nada. Sempre gostei de cantar na igreja. E eu parei de ir, parecia que as pessoas não viam a Helen, não viam meus olhos, viam apenas peitos', lamenta.

Por anos, passou por vários médicos e realizou diversos exames. Desde os 18 anos está na fila aguardando uma cirurgia de redução nas mamas, mas muitos profissionais regularam como uma cirurgia estética, quando a condição tem consequência até mesmo o câncer de mama.

Quase desistindo, ela criou uma vaquinha online para custar o procedimento. O objetivo é arrecadar cerca de R$ 30 mil para auxiliar nos custos e despesas, da cirurgia considerada de risco. Para ajudar e conhecer mais a história da Helen, clique aqui

7 filmes super conhecidos e são na verdade remakes

Prefeitura anuncia licitação de mais de R$ 1,1 milhão para compra de medicamento

Assassino do motorista de aplicativo Rafael Baron será julgado em novembro



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE