Barbosinha lidera intenções de votos para prefeito de Dourados com a desistência de Marçal Filho

Foram ouvidos 500 eleitores e eleitoras entre 1º e 4 deste mês

| NSTITUTO RANKING PESQUISA


A desistência de concorrer à Prefeitura de Dourados, anunciada pelo próprio deputado estadual Marçal Filho (PSDB) na semana passada, está agitando o cenário pré-sucessório no município.

Era ele quem vinha liderando com folga todas as pesquisas de intenção de voto. Agora, é outro deputado estadual, José Carlos Barbosinha (DEM), o principal beneficiário desse novo mosaico que se desenha, segundo apurou a Ranking Comunicação e Pesquisa.

Foram ouvidos 500 eleitores e eleitoras entre 1º e 4 deste mês. Com o registro MS-06028/2020, a margem de erro da pesquisa é de 4.4% para mais ou para menos e o índice de confiança é de 95%. A consulta percorreu bairros das regiões urbanas Parque das Nações II, Canaã III, Vila Industrial, Água Boa, Parque Alvorada, Flórida, Itália, Ouro Verde, Santa Brígida, Centro e os distritos de Vila Vargas, Indápolis e Vila São Pedro.

Vários nomes citados pelos eleitores nesta consulta não fazem parte da lista de pré-candidatos ou de interessados em concorrer, como o ex-prefeito e vice-governador Murilo Zauith (DEM). O secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende (PSDB), ainda é uma incógnita e o partido já ensaiou outra opção para substituir Marçal, o ex-deputado Valdenir Machado.

E a prefeita Délia Razuk (PR) dá sinais de que deverá ficar fora da disputa, embora não tenha anunciado oficialmente qual será seu futuro político. ESPONTÂNEA Na espontânea, Barbosinha lidera com 14,20%. Marçal Filho, que saiu do páreo, tem 8,40%, e Délia Razuk, ainda indecisa sobre buscar a reeleição, 5,60%. Aparece depois o segundo nome confirmado entre as pré-candidaturas, o deputado estadual do MDB Renato Câmara, com 4,80%.

Em seguida foram citados Geraldo Resende (2%), Alan Guedes (PP), com 1,60%; Murilo Zauith, com 1,60%; Rodolfo Nogueira (Patriota), com 1,20%. Com menos de 1% aparecem Jefferson Bezerra (PMN), com 0,60%; e Marisvaldo Zeuli (Cidadania), com 0,60%. Outros citados somaram 0,60% e 59% não responderam ou não souberam responder.

ESTIMULADA 1

Em consulta estimulada, na qual o entrevistador mostra os nomes de prováveis candidatos, a Ranking fez três simulações.

Na primeira, com 11 concorrentes, o líder é Barbosinha (28,60%), seguido por Renato Câmara (9,40%). A terceira na preferência é Délia, com 8,20%.

Depois se sucedem: Guedes (5%); Daniela Hall, do PSD (2%); Bezerra (1,60%); Racib Harb, do Republicanos (0,80%); Ângelo Ximenes, do PSL (0,60%); Marisvaldo (0,40%); João Carlos, do PT (0,20%); Professor Ênio, do Psol (0,20%). 

Não sabem e não responderam 43%. ESTIMULADA 2 O segundo cenário de consulta estimulada aferido pela Ranking, com três nomes pulverizando a disputa, traz Barbosinha em primeiro, com 31%, mais que o dobro de Renato Câmara (14,20%), enquanto Délia fica em terceiro com 12,40% 

Não sabem ou não souberam responder 42,40%. REJEIÇÃO ESTIMILADA Na rejeição estimulada aparece em primeira a prefeita Délia Razuk com 22,40%.

O segundo na rejeição, é o farmacêutico Racib Harb, com 7,20%, à frente de Daniela Hall (9,20%). Depois aparece o deputado Barbosinha com (6%), Renato Câmara (5,20%), Professor Ênio (3,40%), Guedes (2,80%), Marisvaldo (1,60%),  João Carlos (1,40%),  Bezerra (1,20%), e Ximenes (1%). Não sabem ou não responderam 38,60%.

INTENÇÃO DE VOTOS PARA VEREADORES

A Ranking consultou também as intenções de votos para vereador ou vereadora e constatou que para as 19 cadeiras da Câmara Municipal as preferências apontam, pela ordem: Jânio Miguel, 3,80%; Liandra da Saúde, 3%; Ederson Pudim, 2,80%; Elias Ishi, 2,80%; Cláudio Gaiofato, 2,60%; Professor Gilberto, 2%; Cido Medeiros, 1,80%; Olavo Sul, 1,60%; Sérgio Nogueira, 1,40%; Osvaldinho Duarte, 1,20%. Vale observar que esta grande relação de nomes citados, não expressa numericamente a totalidade das candidaturas que podem e devem ser registradas.

É preciso atentar para o fato de que várias citações expressam um desejo ou uma intenção de quem quer votar em alguém, e não necessariamente uma referência a candidaturas já definidas. Veja a lista completa de todos os citados:​

AVALIAÇÃO ADMINISTRATIVA EM DOURADOS

Prefeita Délia Razuk Veja os números da avaliação da atual prefeita de Dourados, Délia Razuk: ótima/boa 22,40%, regular 39% e ruim/péssima 30.20%. Não souberam ou não responderam 8.40%. Câmara de Vereadores A pesquisa colheu dados da opinião pública sobre o que pensa sobre a atuação dos vereadores e o desempenho da câmara municipal de Dourados: ótima/boa 6,20%, regular 41,80% e ruim/péssima 42,60%.

Não souberam ou não responderam 9,40%. Governador Reinaldo Azambula A pesquisa colheu dados da opinião pública sobre o que pensa a respeito da administração do governador de Mato Grosso do Sul em Dourados, Reinaldo Azambuja: ótima/boa 30,60%, regular 38,20% e ruim/péssima 26,60%. Não souberam ou não responderam 4,60%.

Presidente jair Bolsonaro Avaliação dos moradores de Dourados ao presidente do Brasil, Jair Messias Bolsonaro: ótima/boa 34,20%, regular 30% e ruim/péssima 32,80%.

Não souberam ou não responderam 3%. INSTITUTO RANKING PESQUISA Contato: (67) 9 9968-0055 / 67 3023-4343

INSTITUTO RANKING PESQUISA



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE