Quarta, 24 de janeiro de 201824/1/2018
(67) 98186-1999
Muito nublado
23º
23º
32º
Sidrolandia - MS
Erro ao processar!
POLÍCIA
Em Sidrolândia, mulher procura policia para denunciar que foi raptada e estuprada por três homens
A vitima disse ter sido violentada por seis horas
Aparecido Francisco Mato Grosso do Sul - MS
Postada em 11/01/2018 ás 17h03 - atualizada em 11/01/2018 ás 17h27
Em Sidrolândia, mulher procura policia para denunciar que foi raptada e estuprada por três homens

Foto divulgação Região News

Uma mulher de 34 anos, procurou a policia após  ter sido rapitada e violentada sexualmente por três homens desconhecidos. O crime teria acontecido nesta madrugada de quinta-feira, 11 de janeiro no saguão de uma igreja no Bairro Pé de cedro em Sidrolândia


Na Depol a mulher contou que saiu de sua casa por volta das 22 horas, para comprar cigarros em um posto de combustível próximo de sua residência, e no caminho foi abrodada por três homens. No Boletin de ocorrência a mulher identificada como  F.A.L.C contou que foi agredida com socos na barriga e pontapés e que foi estuprada por dois deles.


A vitima F.A.L.C,  não soube identificar os autores, mas descreveu um deles como gordo e baixo e ter entre 1.60 à 1.70 de altuira, os dois outros elementos são morenos e magros.  Ela diz ainda que só consegui fugir do local por volta das 4 horas da manhã. 


O caso passa a ser investigado pela Polícia Civil da cidade.


De acordo com o anuário, baseado em registros de ocorrências policiais, 1.458 pessoas foram abusadas sexualmente no estado sul-ma-grossense em 2016, frente a 1.429 em 2015, o que corresponde a um aumento de 0,8% e a uma taxa de 54,4 - mais que o dobro da média nacional, que foi de 2,4.


Mato Grosso do Sul lidera também o ranking de crimes violentos letais intensionais contra mulheres, o CVLI, com uma taxa de 7,6. Em 2015 foram 83 casos. No ano passado 102. Aumento de 22,9%. Já a quantidade de casos de homicídios contra mulheres provocados por homens, o chado feminicídio, registrados pelo estado, chegou a 34.


 

FONTE: Redação canaldaqui
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium