domingo, 15 de julho de 2018
(67) 98186-1999
Geral

12/12/2017 ás 09h13

317

Aparecido Francisco

Mato Grosso do Sul / MS

Sérgio Longen recebe o Prêmio Líderes do Brasil pelo destaque empresarial no Estado
A premiação trata-se do maior reconhecimento nacional do talento, competência e comprometimento dos executivos atuantes no País, para um Brasil melhor e mais competitivo.
Sérgio Longen recebe o Prêmio Líderes do Brasil pelo destaque empresarial no Estado
Sérgio Longen recebe o Prêmio Líderes do Brasil pelo destaque empresarial no Estado

O empresário Sérgio Longen, presidente da Fiems e diretor da CNI (Confederação Nacional da Indústria), recebeu, nesta segunda-feira (11/12), em cerimônia realizada no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo do Estado de São Paulo, na capital paulista, o Prêmio Líderes do Brasil – Categoria Mato Grosso do Sul. A premiação trata-se do maior reconhecimento nacional do talento, competência e comprometimento dos executivos atuantes no País, para um Brasil melhor e mais competitivo.


Concedido pelo LIDE – Grupo de Líderes Empresariais –, o Prêmio Líderes do Brasil está na sua 7ª edição e, para destacar a forte atuação das unidades regionais presentes em todo o País, neste ano também foram homenageados os líderes de cada região onde o grupo atua: Bahia, Distrito Federal, Região Metropolitana de Campinas, Ceará, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Região de Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Região de Rio Preto, Santa Catarina e Vale do Paraíba.


Sérgio Longen foi o ganhador em Mato Grosso do Sul pelo destaque à frente da Semalo Indústria e Comércio de Alimentos, que opera com uma unidade fabril de snaks em Campo Grande (MS). Além disso, ele também é o diretor-presidente da Semalo Combustíveis, que opera com quatro postos de combustíveis e uma transportadora e revendedora em Boa Vista (RR), da Jotape Indústria e Comércio de Alimentos, que opera com uma unidade fabril de snaks em João Pessoa (PB), e da Jumbo Alimentos S/A, que opera com uma unidade distribuidora em Assunção (Paraguai).


Para Sérgio Longen, trata-se de um reconhecimento do setor empresarial pelo trabalho executado à frente da Semalo em Campo Grande. “Gostaria de dividir esse prêmio com os meus colegas da Diretoria do Sistema Fiems, que, juntos, ajudaram a fazer com que a indústria sul-mato-grossense evoluísse. Todos eles têm colaborado nesse sentido, trazendo as oportunidades e o desenvolvimento para o Estado”, declarou.


O empresário acrescenta que a atividade industrial está em alta hoje no Brasil e também em Mato Grosso do Sul. “Precisamos desenvolver o País e a indústria tem contribuído nesse sentido. O setor no nosso Estado vem despontando com indicadores positivos. Dessa forma, esse prêmio engrandece, não só a mim, mas todo o setor, pois, de uma certa forma, é uma avalição da indústria estadual”, finalizou.


 


 Repercussão


Na avaliação do secretário estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, primeiro é preciso destacar a importância do LIDE, que é formado por líderes em âmbito nacional que se fortalece ano a ano, trazendo uma nova proposta. “A discussão não é política, não é partidária, tudo sempre tem o foco empresarial. Então, quando o LIDE escolhe um empresário de Mato Grosso do Sul como destaque é muito reconfortante. O Sérgio Longen conquistou essa liderança por meio do fortalecimento da sua empresa e, para o Estado, é fundamental ter uma indústria reconhecida em nível nacional”, analisou.


Já o presidente do LIDE em Mato Grosso do Sul, Carlos Melke Filho, reforça que a indicação do empresário Sérgio Longen para receber o Prêmio de Líderes do Brasil no Estado é pela competência à frente da Semalo. “O Sérgio Longen é uma referência em gestão no nosso Estado. Um grande gestor, empresário de sucesso e que está construindo uma história, que já deixa o seu legado. Esses anos todos à frente da Fiems são um exemplo disso, como podemos ver o belíssimo trabalho executado. A competência dele está mais do que demonstrada”, pontuou.


Para o diretor-superintendente do Sebrae/MS, Claudio Georges Mendonça, a premiação do empresário Sérgio Longen é importante para o Estado. “Ele faz um excelente trabalho à frente da sua empresa e mais brilhante ainda no comando da Fiems. É espetacular para o setor sul-mato-grossense ter um empresário de destaque e que merece ser premiado. O Sérgio Longen merece esse reconhecimento pela competência na gestão da Semalo e também na atuação em prol do setor como um tudo”, afirmou.


A Premiação


A premiação reuniu empresários, CEOs, presidentes e outras lideranças empresariais, além de autoridades públicas e foi transmitida pela TV LIDE para todo o Brasil. De acordo com Luiz Fernando Furlan, chairman of the Board do LIDE, o Prêmio Líderes do Brasil destaca o papel de empresas e gestores que, com muita determinação, superam desafios e atingem bons resultados, servindo de exemplo para o setor em que atuam.  “Tivemos um ano de muitas dificuldades, mas agora é a parte de premiação, de reconhecimento e de superação. Acreditamos que 2018 será um ano positivo e os indicadores econômicos já indicam uma fase de crescimento. A onda boa está para chegar”, falou.


O empresário Marcelo de Carvalho, acionista da Rede TV e integrante do LIDE, completou que o Prêmio Líderes do Brasil é o oscar do empreendedorismo brasileiro e também prevê um 2018 alvissareiro. “Quero conclamar os líderes premiados para três regras: engajamento na política para fazer a diferença, união para aprovar as reformas importantes e provocação para mudar a forma nefasta na divisão da verba de publicidade. Por isso, acredito que 2018 será um ano de desafio para construirmos o Brasil que queremos”, afirmou.


Nesta 7ª edição, foram 51 premiados, indicados por um júri oficial do evento, além de homenagens aos protagonistas que, mesmo em um cenário de instabilidade econômica, obtiveram êxito nos negócios, nos principais setores da economia do País, como agronegócio, comunicação, construção civil, instituições financeiras, logística e transportes, empreendimento imobiliário, metalurgia e mineração, papel e celulose e papelão, saúde, indústria automobilística, indústria de alimentos e bebidas, indústria de cosméticos, indústria digital, indústria do turismo, indústria farmacêutica, indústria textil/couro e vestuários e varejo.


 


Também foram agraciados com homenagens o empresário Frederico Trajano, do Magazine Luíza, que recebeu o “Líder do Brasil”, categoria de destaque na premiação, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que recebeu como “Economista do Ano”, e o sociólogo, cientista-político e ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, que ganhou a “Homenagem Especial”. Para o ministro da Justiça, Torquato Jardim, presente ao evento, os líderes passam adiante a mensagem de que as decisões precisam ser aritméticas e não políticas. “É por isso que eu defendo a aprovação da reforma da Previdência”, afirmou.


O prefeito de São Paulo (SP), João Dória, também reconhece que 2017 foi um ano duro, mas os empresários premiados foram criativos apesar das dificuldades e fizeram com que suas empresas avançassem. “O ano de 2018 será de crescimento no Brasil. O nosso desafio será fazer o País caminhar para frente”, disse. O empresário Frederico Trajano, do Magazine Luíza, lembrou que assumiu a rede com ceticismo do mercado, mas venceu todos os obstáculos. “Hoje, dois anos depois, o Magazine Luíza é uma plataforma digital de vendas”, destacou com orgulho.


Após receber o prêmio de “Economista do Ano”, o ministro Henrique Meirelles reforçou que se trata de uma oportunidade única. “Gostaria de homenagear a todos que acreditaram no Brasil no período da recessão, a maior da sua história. Em 2018, com a economia crescendo, vamos ter mais empregos e mais investimentos”, previu.


O ex-presidente Fernando Henrique, que ganhou a “Homenagem Especial” também reconheceu que o momento atual não é fácil. “Fizemos muito por esse País, mas ainda temos muita pobreza. Porém, temos de continuar acreditando no Brasil”, conclamou. Para o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, lembrou que o líder é quem influencia e é forjado no desempenho. “Por isso, temos de continuar inovando e lutando pela causa do Brasil”, encerrou.


FONTE: FIEMS

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Economia & Negócios

Economia & Negócios

Blog/coluna Tudo sobre economia e negócios.
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium