Segunda, 11 de dezembro de 201711/12/2017
(67) 98186-1999
Muito nublado
20º
21º
32º
Sidrolandia - MS
Erro ao processar!
Banner de aniversario de Itaporã ( Câmara)
ENTRETENIMENTO
Bruno Fagundes dispara sobre comparações com o pai: 'Rola um preconceito'
Ele estará na segunda temporada da série 3%, que foi a primeira produção original da Netflix no Brasil.
Aparecido Francisco Mato Grosso do Sul - MS
Postada em 04/12/2017 ás 13h07
Bruno Fagundes dispara sobre comparações com o pai: 'Rola um preconceito'

Bruno Fagundes dispara sobre comparações com o pai: 'Rola um preconceito'

O ator Bruno Fagundes, que vem fazendo bastante sucesso atualmente com um papel na peça Baixa Terapia, se prepara para viver uma nova fase em sua carreira profissional. Ele estará na segunda temporada da série 3%, que foi a primeira produção original da Netflix no Brasil.


Em entrevista à revista Época, Bruno revelou que foi uma surpresa ter sido convidado para uma produção desse porte: “Nunca pensei que poderia fazer um programa que será visto em cerca de 190 países, traduzido em 74 línguas. Fiz cinco baterias de testes, foi muita ralação mesmo”.


Ele ainda disse que o fato de ser filho de Antônio Fagundes faz com que sofra com comentários maldosos: “Rola um preconceito. Tem sempre alguém que diz: ‘Ele só está aí porque é filho’. Mas eu não me incomodo com as comparações. Respondo a tudo com meu trabalho”.


BRUNO JÁ HAVIA FALADO SOBRE COMPARAÇÕES COM FAGUNDES


Na época em que estava no elenco de Meu Pedacinho de Chão, na Globo, o ator disse em entrevista que sabe separar o “ator” do “pai” Antônio Fagundes.


“A partir do momento em que a gente divide a labuta juntos, não somos mais pai e filho. Somos profissionais. E isso vem desde ‘Vermelho’, que foi uma peça de teatro densa e desafiadora, tanto para mim quanto para ele. E eu sou um eterno aprendiz da minha profissão.”


Quando questionado a respeito do ‘risco’ de receber o título de galã de televisão, assim como Antonio, o moço se mostrou despreocupado.


“Isso realmente é um título. Acho que vem a partir do trabalho, não é uma escolha. Meu pai é um galã porque ele teve chance de fazer muitos personagens galanteadores. O que o fez se tornar um ícone. Mas eu não penso nisso. O que tiver que acontecer, vai acontecer”, completou

FONTE: otvfoco
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium