Sexta, 19 de abril de 2019
(67) 98186-1999 - [email protected]
Esportes

23/01/2019 ás 06h49

137

Aparecido Francisco

Mato Grosso do Sul / MS

Presidente diz que Romarinho pediu para voltar ao Timão
O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, disse que foi procurado pelo atacante Romarinho para que o atleta voltasse ao clube onde atuou entre 2012 e 2014.
Presidente diz que Romarinho pediu para voltar ao Timão
Atacante entrou para a história alvinegra ao marcar gol na final da Libertadores no La Bombonera

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, disse que foi procurado pelo atacante Romarinho para que o atleta voltasse ao clube onde atuou entre 2012 e 2014. De acordo com o mandatário, o jogador não está mais satisfeito em morar no Oriente Médio e queria que o Alvinegro desse um jeito de contratá-lo mesmo com o seu vínculo com o Al Ittihad sendo válido até o final de 2020. Ele chegou ao clube há apenas seis meses.


“Primeiro, nós não partimos para cima do Romarinho. É uma possibilidade, ele já está cansado, cinco, seis anos fora do país. Falou com a gente, perguntou se a gente não podia ver com o pessoal lá. Aí fizemos umas coisas inacreditáveis (risos)”, comentou o mandatário, indicando que realmente fez uma oferta pelo atleta. Andrés, porém, sabe do alto valor que teria de empreender na negociação.


“Vamos ver se dá, mas é muito difícil”, continuou Andrés, que teria de gastar algo em torno de R$ 18 milhões para repatriar o atleta, com uma engenharia financeira complexa. A princípio, a chance de os sauditas aceitarem o negócio é vista como mínima pelos próprios dirigentes.


Romarinho tem nove gols em 21 partidas nessa temporada, que segue o calendário europeu, com os campeonatos iniciando na metade do ano. Antes de chegar ao Al Ittihad, Romarinho fez 17 gols em 42 jogos pelo Al Jazira, do Emirados Árabes Unidos, mas sua melhor fase aconteceu entre 2014 e 2017, quando o ídolo da Fiel anotou 62 gols em 102 atuações pelo El Jaish, do Catar.


Hoje com 28 anos, Romarinho entrou para a história do Corinthians ao marcar o gol que garantiu o empate alvinegro no primeiro jogo da final da Copa Libertadores da América, em 2012, dentro da Bombonera, diante do Boca Juniors.

FONTE: Correio do Estado

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium