Quarta, 19 de junho de 2019
(67) 98186-1999 - [email protected]
Política

02/01/2019 ás 11h07

105

Aparecido Francisco

Mato Grosso do Sul / MS

Marun afirma que Bolsonaro não confirma anulação de indicação
Ex-ministro disse que conversou com presidente momento antes da transição de posse
Marun afirma que Bolsonaro  não confirma anulação de indicação
Marun afirma que Bolsonaro não confirma anulação de indicação

Ex-ministro do governo Michel Temer, Carlos Marun (MDB), momentos antes de transmitir cargo de ministro, declarou que o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (PSL) não anulou a indicação do ex-presidente, em que Marun é nomeado para conselheiro da Itaipu Nacional. “Estive com o presidente (Bolsonaro) agora, momentos antes, durante a transição de posse e ele não me falou nada”, disser Marun.


No último dia de mandato, Temer exonerou Carlos Marun do cargo de ministro-chefe da Secretaria de Governo e o nomeou para exercer a função de conselheiro da Itaipu Binacional, com mandato até 16 de maio de 2020. O salário está entre R$ 20 mil e R$ 25 mil e o colegiado se reúne a cada dois meses.


Apesar de lamentar, Marun disse que vai respeitar a possível anulação de Bolsonaro. “Reconheço que eu que sempre fui defensor das prerrogativas dos poderes e conheço a prerrogativa que tem o presidente Bolsonaro e se ele ver esse ato e assim entender producente e dizer que seria indiferente, eu espero que não faça isso, mas é vida que segue”, declarou Marun.


A nomeação do ex-ministro está publicada no Diário Oficial da União e a mesma publicação trazia ainda a exoneração de Frederico Matos de Oliveira da função de conselheiro da Itaipu, “em virtude de renúncia”, e do diplomata Marcos Bezerra Abbott Galvão da função de representante do Ministério das Relações Exteriores (MRE).


Marun justificou sua nomeação devido a sua extensa experiência com os Poderes. “Aceitei porque penso que é muito importante para o MS, em segundo lugar, tenho condições de exercer essa função, sou engenheiro, advogado, tenho relações do Brasil com o Paraguai. Conheço Itaipu desde quando eu era estagiário, andando e visitando a obra. Já servi tanto o Executivo quanto o Legislativo nas três esferas. Fui vereador, deputado estadual e federal, fui secretário municipal e estadual, estou capacitado para o desenvolvimento da função”, justificou.


No governo de Bolsonaro, o substituto de Marun será o ministro Carlos Alberto dos Santos Cruz, general de divisão da reserva do Exército Brasileiro, que foi Secretário Nacional de Segurança Pública e comandante das forças da ONU no Haiti e no Congo.

FONTE: Por IZABELA JORNADA

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium