domingo, 24 de março de 2019
(67) 98186-1999 - [email protected]
Educação

07/12/2018 ás 12h36

148

Aparecido Francisco

Mato Grosso do Sul / MS

Justiça Restaurativa vai mediar conflitos entre alunos do município na Capital
Prefeitura também vai reforçar policiamento nas escolas
Justiça Restaurativa vai mediar conflitos entre alunos do município na Capital
Justiça Restaurativa vai mediar conflitos entre alunos do município na Capital
   


 




Secretário Valério Azambuja durante agenda nesta manhã.Secretário Valério Azambuja durante agenda nesta manhã.

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul e a Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria de Segurança e Defesa Social (Sesdes), inciam no ano letivo de 2019 o projeto chamado Justiça Restaurativa, nas escolas do município. O objetivo é mediar conflitos entre alunos, e também entre alunos e professores. Ontem, Gabrielly Ximenes Souza, de 10 anos, morreu depois de ser agredida por colegas da Escola Estadual Lino Vilachá, no Nova Lima. A polícia suspeita que ela já estava com alguma doença, todavia, as agressões contribuíram.


Segundo o secretário Valério Azambuja, titular da Sesdes, o objetivo é trabalhar de forma preventiva. "Esse projeto consiste em palestras e reuniões para solucionar os conflitos, evitando que a situação chegue ao ponto de violência", disse. O prefeito Marcos Trad também lembrou da importância da conscientização. "É fácil reparar a consequência, mas qual é causa disso? [...] primeiro a gente tem que trabalhar em educação", afirmou. 


Ainda de acordo com o secretário, é previsto reforço das rondas pela Polícia Municipal. "Vamos aumentar o número de viaturas no entorno das escolas do município [...] temos 250 policiais fazendo a guarda permanente de forma alternada nas escolas", disse o secretário. Ao todo, são 14 viaturas da Polícia Municipal operando nas sete regiões do município e o objetivo é dobras o número de veículos para o ano que vem. "Tem ainda o concurso que vai suprir 350 vagas".



O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium