Quarta, 14 de novembro de 2018
(67) 98186-1999 - [email protected]
Política

28/10/2018 ás 14h57

39

Aparecido Francisco

Mato Grosso do Sul / MS

Tebet defende pacificação e Nelsinho que eleitores deem as mãos e se unam
Senadora e senador eleito votaram nesta manhã, em Campo Grande
Tebet defende pacificação e Nelsinho que eleitores deem as mãos e se unam
Tebet defende pacificação e Nelsinho que eleitores deem as mãos e se unam

Senadora do MDB, Simone Tebet disse na manhã deste domingo de eleição que independente do resultado das eleições presidenciais, se começa um novo amanhã com o desafio de pacificar a população. Simone votou na Escola Estadual Lúcia Martins Coelho, no bairro Jardim dos Estados, em Campo Grande. "A gente espera dos vencedores não só palavras, mas gestos. Palavras vão ser insuficientes para pacificar a rua", defende a senadora Simone Tebet (MDB). 


Para o Senado, Simone enxerga que desde a redemocratização, o papel da casa de leis, mais do que nunca, vai ser o de exercer o verdadeiro poder moderador. "Como a Câmara ficou muito eclética, com divisão partidária e ideológica, já que as duas maiores bancadas são PT e PSL, o Senado vai ter que ser a casa da moderação, da reflexão e do equilíbrio", acredita.


Senador eleito Nelsinho Trad (Foto: Valdenir Rezende / Correio do Estado)

Senador eleito, Nelsinho Trad (PTB) votou no Colégio Paulo Freire, no bairro Chácara Cachoeira, na Capital, e em seguida foi acompanhar o voto do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), também no Lúcia Martins Coelho. Aos jornalistas, Nelsinho defendeu que "democracia é exercer cada vez mais a nossa cidadania em prol da sociedade" e ainda disse que segue o caminho da coerência no apoio ao candidato Jair Bolsonaro (PSL)


"Na nossa coligação teve o Alckmin que não chegou ao segundo turno e numa questão de coerência, porque política tem que ter, este é o caminho que o nosso partido seguiu". Nelsinho disse ainda que o recado das urnas foi muito forte. "Tivemos 85% de renovação no Senado e eu entendo que essa turma vai ter que empunhar a bandeira da ética e moralidade. Não devemos ter um País dividido e sim unido. Todos nós devemos dar as mãos e virar a página". 

FONTE: Correio do Estado

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium