Segunda, 15 de outubro de 2018
(67) 98186-1999 - [email protected]
Educação

03/10/2018 ás 20h23

23

Aparecido Francisco

Mato Grosso do Sul / MS

Sicredi e UEMS firmam convênio para reforma de laboratório
O Sicredi Pantanal de Mato Grosso do Sul assinou um Convênio de Cooperação em Pesquisa e Difusão de Tecnologias com a UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) no valor de R$ 45 mil
Sicredi e UEMS firmam convênio para reforma de laboratório
Sicredi e UEMS firmam convênio para reforma de laboratório

O Sicredi Pantanal de Mato Grosso do Sul assinou um Convênio de Cooperação em Pesquisa e Difusão de Tecnologias com a UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) no valor de R$ 45 mil para reforma e adequação do Laboratório de Conservação da Flora Pantaneira, na unidade universitária de Aquidauana.


O reitor em exercício, Laércio Alves de Carvalho, assinou o convênio na manhã desta quarta-feira (03), em no Sicredi em Maracaju. “É mais um convênio importante para a Universidade, porque mostra o interesse da sociedade em trabalhar em parceria com a universidade pública e também dentro de uma linha importante que é a biotecnologia, para que possamos atuar na conservação da flora do Pantanal”, ressaltou.


Para o presidente do Sicredi Pantanal MS, Emerson Perosa, esse convênio representa a sustentabilidade para o futuro do Pantanal sul-mato-grossense. “Para nós é muito importante estar investindo nas futuras gerações, porque nós não acreditamos que as empresas estejam aqui só para explorar o mercado, e sim que ela tem que colaborar com as futuras gerações. E encontramos na UEMS uma grande parceria para que a gente preserve a flora pantaneira”, destacou Emerson Perosa.


Celso Figueira, presidente do Sicredi Brasil Central, enfatizou que o Sicredi participa de iniciativas que visam a melhoria das pessoas. “Esse é mais um projeto que o Sicredi Pantanal entra, com o apoio do Sicredi Brasil Central, para nós tentarmos preservar o que já temos hoje no Pantanal e para pesquisarmos as utilidades que por ventura possam ter, especialmente as plantas do Pantanal que é o objeto deste trabalho. E com isso nós queremos que a comunidade ganhe!”, disse Figueira.


De acordo com a professora, Deisy Lúcia Cardoso Alexandrino Santos, coordenadora do projeto, o laboratório será utilizado, principalmente, pelos cursos de Engenharia Florestal e Agronomia. “Nós temos projetos para caracterização genética e fenotípica de material genético do Pantanal. Então vamos trabalhar com os recursos da flora. O foco é na área vegetal e serão executados trabalhos de pesquisa e prospecção (que é o potencial uso na agricultura, como por exemplo o controle biológico)”.

FONTE: Assessoria

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium