Sexta, 14 de dezembro de 2018
(67) 98186-1999 - [email protected]
Tecnologia

17/07/2018 ás 16h34 - atualizada em 17/07/2018 ás 16h38

197

Aparecido Francisco

Mato Grosso do Sul / MS

No Espaço Vest, empresários aprendem com Senai Empresa como profissionalizar uso da Internet
No Espaço Vest, que é promovido pelo Sebrae/MS em parceria com a Fiems e o Sindivest/
No Espaço Vest, empresários aprendem com Senai Empresa como profissionalizar uso da Internet
No Espaço Vest, empresários aprendem com Senai Empresa como profissionalizar uso da Internet

No Espaço Vest, que é promovido pelo Sebrae/MS em parceria com a Fiems e o Sindivest/MS nesta terça-feira (17/07), em Campo Grande (MS), os consultores do Senai Empresa receberam microempresários interessados em profissionalizar o uso da Internet para alavancar as vendas e divulgar a marca. No stand da instituição, foi apresentada aos visitantes a consultoria em design gráfico, na qual o empresário recebe orientações sobre comunicação visual, design de logomarcas e sites com designs criativos, além de outras consultorias, como planejamento e desenvolvimento de coleções; modelagem, materiais para moda, design e confecção; desenvolvimento de uniformes profissionais, pesquisa de tendências de moda e comportamento de consumo, análise de custo e formação de preço, processos têxteis e de confecção e antropometria.


 Visitante do espaço, o estilista Fabiano Torino fundou uma marca de roupas que leva seu nome e, por meio do Instagram, conquista compradores de diversos Estados interessados em uma das saias masculinas criadas e comercializadas pela empresa. No Espaço Vest, o empresário, acompanhado do sócio Igor Kudo, estava interessado na consultoria de modelagem realizada pelo Senai Empresa, por meio do CTV (Centro de Tecnologia do Vestuário) de Campo Grande, novos fornecedores e também em evoluir na venda das peças pelas redes sociais.


 “Hoje dependemos bastante de fornecedores de São Paulo e, quando compramos em Campo Grande, tudo é muito caro. Nossa ideia é encontrar quem esteja disposto a negociar preços e reduzir essa dependência de fornecedores de fora”, explicou Fabiano Torino. Sobre as consultorias do Senai, o empresário afirma que, atualmente, trabalha com moldes-piloto que são repassados para uma costureira, e que uma consultoria em modelagem seria interessante para expandir o catálogo da marca.


 Durante a feira, os visitantes também tiveram a oportunidade de conhecer o passo a passo para abrir uma indústria do segmento, e visitar uma exposição de tecidos, aviamentos e serviços por grandes empresas nacionais, como a Santista, que apresentou tecidos planos, Companhia de Bordados, Personal Camiseteria, Valorize, com etiquetas e embalagens, Manatex, com moda praia e fitness, K & K Representações e Adina Tecidos.


 O Senai assumiu a missão de ajudar as empresas a dar um salto tecnológico e formar os profissionais que vão trabalhar na Indústria 4.0. A instituição lançou a plataforma Senai 4.0, na qual os empresários poderão testar a maturidade de seus negócios e obter, gratuitamente, um plano de implantação das novas tecnologias. Os empresários interessados no tema ainda terão a oportunidade de participar de eventos, como o Espaço Vest, workshops e cursos rápidos e gratuitos para entender conceitos, oportunidades e riscos da quarta revolução industrial.


FONTE: Fiems/Daniel Pedra

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium