Segunda, 25 de junho de 2018
(67) 98186-1999
Polícia

22/05/2018 ás 15h01 - atualizada em 22/05/2018 ás 15h04

101

Aparecido Francisco

Mato Grosso do Sul / MS

Corregedoria afasta policial civil preso em operação contra pedofilia
Paulo Elesbão foi preso em flagrante durante as ações da
Corregedoria afasta policial civil preso em operação contra pedofilia
Corregedoria afasta policial civil preso em operação contra pedofilia

A Corregedoria-Geral da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul afastou policial civil flagrado com imagens de pornografia infantil durante a Operação Luz da Infância II no dia 17 de maio. A portaria foi publicada no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (22). Paulo Manoel Eugênio Elesbão Silva, de 36 anos, foi preso em flagrante e teve a preventiva decretada em audiência de custódia. Ele foi indiciado em dois incisos do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).


No documento, a Corregedoria considerou os crimes citados nos artigo 241-A e 241-B da Lei 8.069/90 do ECA, praticados pelo policial lotado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, e que o policial teve a prisão em flagrante convertida em preventiva. Paulo está preso em uma das celas da 3ª Delegacia de Polícia Civil.


De acordo com a Portaria, Paulo ficará afastado enquanto a Justiça o manter preso, além disso, o investigador terá a arma, carteira funcional e demais pertences do patrimônio público recolhidos. As senhas e login de acesso aos bancos de dados da instituição policial ficarão suspensas, assim como as férias e avaliação para fins de promoção.


A operação - "Luz da Infância 2" foi realizada em todo o País para combater a pedofilia e em Mato Grosso do Sul prendeu sete pessoas no dia 17 demaio. Dos oito alvos da Polícia Civil, quatro foram presos em Campo Grande e outros três em Dourados, Glória de Dourados e Naviraí.


Foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão e um vasto material com pornografia infantil, computadores, notebooks, CDs, HDs, câmeras fotográficas e pendrives, foram apreendidos pelos policiais envolvidos nas ações.


Na Capital, além do policial civil foram presos em flagrante armazenando imagens de pornografia infantil o músico Rafael Ferreira Garcia - preso no Jardim Colúmbia - e o eletrotécnico Aluísio Bohn, de 27 anos, preso no Coophavilla. Beny Tomonaga, o “Playboy”, de 32 anos, foi preso com munições em uma casa do Chácara Cachoeira e foi liberado após pagar R$ 3,8 mil de fiança.


No interior do Estado foram cumpridos mais quatro mandados de busca e apreensão. Em Dourados, o empresário Toni Martins Siqueira, de 29 anos, foi preso em flagrante. Buscas foram realizadas na casa e também na empresa do rapaz, que responderá nos dois artigos.
Em Glória de Dourados foi preso o arquiteto Jonathan Felipe de Souza, de 33 anos, que também responderá nos artigos 241-A e 241-B. Já em Naviraí a polícia prendeu Lucas Nascimbene, de 33 anos.

FONTE: Campo Grande News

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium