Segunda, 11 de dezembro de 201711/12/2017
(67) 98186-1999
Muito nublado
20º
21º
32º
Sidrolandia - MS
Erro ao processar!
GERAL
Bebê Yago, mantido na barriga após morte cerebral da mãe, deixa o hospital
Após 7 meses de internação na Santa Casa
Aparecido Francisco Mato Grosso do Sul - MS
Postada em 21/11/2017 ás 09h03
Bebê Yago, mantido na barriga após morte cerebral da mãe, deixa o hospital

Bebê Yago, mantido na barriga após morte cerebral da mãe, deixa o hospital

Após sete meses internado na Santa Casa de Campo Grande, o bebê Yago - que nasceu após ser mantido na barriga da mãe com morte cerebral - terá alta médica na próxima terça-feira (21). Conforme o hospital, mais informações sobre a evolução da saúde do bebê também serão divulgadas na terça.


No dia 30 de agosto, um dia antes de completar cinco meses de nascimento, o bebê teve a primeira alta médica e saiu da UTI Neonatal (Unidade de Terapia Intensiva) para a Unidade Intermediaria


Na época, emocionada, família do bebê disse ao Jornal Midiamax que ele era muito parecido com a mãe, Renata Souza Rocha. “Ele, para mim, é a continuação dela. É muito parecido com ela. É ativo, esperto e já tem opinião própria”, disse o pai.


 


Yago nasceu no dia 31 de março com 1.050 kg. Durante a internação, os médicos tiveram que controlar infecções no bebê e trabalhar para que ele ‘pegasse’ o peso necessário para receber alta.


O caso de Renata foi considerado raro na medicina brasileira. Jovem, aos 22 anos, e grávida do primeiro filho, ela teve um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Ela foi mantida aos cuidados de uma equipe especializada 24 horas para concluir a gestação.


Os médicos pretendiam aguardar que a gestação completasse 28 semanas, mas uma cesárea de emergência foi realizada, após Renata apresentar um quadro de instabilidade. Yago nasceu com 27 semanas e 3 dias, por volta das 11 horas, com 34 cm e 1,5 kg.

FONTE: midiamax
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium