Terça, 22 de maio de 2018
(67) 98186-1999
Política

03/05/2018 ás 08h53

97

Aparecido Francisco

Mato Grosso do Sul / MS

Polícia Federal tinha 'plano B' caso Lula não cumprisse ultimato
A estratégia não precisou ser deflagrada porque o petista se entregou à PF, no último dia 7, no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo
Polícia Federal tinha 'plano B' caso Lula não cumprisse ultimato
A Polícia Federal já havia elaborado um "plano B" para prender o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva caso ele não se entregasse, no fim da tarde do último dia 7. A rendição só aconteceu após mais de 48 horas da ordem de prisão emitida pelo juiz Sérgio

APolícia Federal já havia elaborado um "plano B" para prender o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva caso ele não se entregasse, no fim da tarde do último dia 7. A rendição só aconteceu após mais de 48 horas da ordem de prisão emitida pelo juiz Sérgio Moro. O petista deixou a pé o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, para chegar ao comboio da PF que o esperava.


Segundo informações do Blog do Camarotti, o planejamento operacional dos agentes, conforme relatos, já estava pronto para ser iniciado depois que militantes impediram a saída de Lula. A determinação seria, além de esvaziar as ruas próximas ao local onde estava o ex-presidente, cortar o fornecimento de luz e água do prédio.


No dia 6 de abril, chegou a faltar água no edifício. Foi necessário um caminhão-pipa para retomar o abastecimento. Nessa mesma data, procurada, a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) negou ter cortado o serviço na área e alegou que o excesso de pessoas no sindicato pode ter influenciado.


PF deflagra nova fase da Lava Jato que tem doleiros como alvo


Integrantes da PF também ficaram cientes que havia mais militantes dentro do prédio do que do lado de fora, o que dificultaria a prisão. Com essa informação, houve outra determinação para que agentes não entrassem no edifício. A polícia acredita que o tumulto no interior do sindicato tenha sido para retardar a detenção do ex-presidente.


Como Lula terminou se entregando, a estratégia da PF não precisou ser deflagrada. A justificativa é que os advogados de defesa do petista estavam em negociação constante e conseguiram contornar a situação depois que a Polícia Federal deu um ultimato. Lula foi condenado a 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex no Guarujá.

FONTE: Noticias ao minuto

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium