Terça, 22 de maio de 2018
(67) 98186-1999
Polícia

03/05/2018 ás 08h15

647

Aparecido Francisco

Mato Grosso do Sul / MS

Pai é suspeito de cobrar R$ 200 para deixar garota de 11 anos ser estuprada por dupla
Caso revoltou moradores no Dom Antônio e 3 foram presos
Pai é suspeito de cobrar R$ 200 para deixar garota de 11 anos ser estuprada por dupla
Pai é suspeito de cobrar R$ 200 para deixar garota de 11 anos ser estuprada por dupla

Três homens, de 40, 56 e 58 anos, foram presos em flagrante nesta terça-feira (1º) no bairro Dom Antônio Barbosa, em Campo Grande, pelo estupro de uma menina de 11 anos. Entre os presos está o pai da criança, que admitiu ter recebido R$ 200 para ‘deixar’ a garota com os estupradores.


A polícia foi chamada por uma testemunha, que estranhou o fato de a criança estar frequentando a casa dos autores desde segunda-feira (30). Quando os militares chegaram, escutaram gritos de socorro dentro da residência.


Um dos policiais pulou o muro e arrombou a porta, quando a menina correu em sua direção. Um dos homens foi flagrado sem camisa e com a calça desabotoada.


De acordo com informações da Polícia Civil, a menina contou aos policiais que os homens estavam passando a mão nela, mas um dos autores negou e disse que ela estaria gritando por socorro quando brincava com um animal.


Confusão


Moradores se aglomeraram em frente à casa na tentativa de linchar os suspeitos. Como a Polícia Militar impediu o linchamento, a população passou, então, a arremessar pedras e paus contra os militares.


Diante da insistência dos vizinhos em ameaçar invadir a casa e linchar os autores, eles mas foram contidos com três disparos para o chão feitos pelos policiais. Os militares conseguiram dispersar a multidão, que gritava ‘Jack’, apelido para estupradores na cadeia, e concluiu as prisões em flagrante.


O pai da menina foi encontrado em outra casa na região, trabalhando como pedreiro. Aos policiais, ele contou que teria deixado a filha na casa dos suspeitos e admitiu que teria recebido da dupla R$ 200 para ‘comprar mistura’.


À polícia, o pai afirmou que essa não foi a primeira vez que ele deixava a menina com os homens. Mas foi a primeira vez que recebeu dinheiro para permitir que a filha ficasse com os homens. Ele contou à polícia que não tinha conhecimento do que acontecia na casa e que havia deixado a filha aos cuidados de um dos autores para trabalhar.


A defesa de um acusados afirmou à reportagem que ele não sabia o que acontecia e não tinha praticado nenhum crime contra a menina.


Histórico


Um dos homens presos nesta terça (1º) acusado pelo estupro já seria inclusive conhecido na região como ‘Jack’ por abusar de crianças. O trio está preso na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).

FONTE: midiamax

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium