Terça, 22 de maio de 2018
(67) 98186-1999
Educação

12/04/2018 ás 14h48 - atualizada em 12/04/2018 ás 15h08

385

Aparecido Francisco

Mato Grosso do Sul / MS

Greve atinge 100% do administrativo em educação em quatro escolas de Sidrolândia
A nossa greve inicial é por 20 dias, caso o governador Reinaldo Azambuja não atenda essa reivindicação iremos prolongar a greve, comentou Rosana Carvalho.
Greve atinge 100% do administrativo em educação em quatro escolas de Sidrolândia
Greve atinge 100% do administrativo em educação em quatro escolas de Sidrolândia

Desde o dia 10 de abril , quatro escolas da rede estadual de ensino de Sidrolândia estão paralizadas devido a greve dos servidores administrativos em educação. A nossa greve inicial é por 20 dias, caso o governador Reinaldo Azambuja não atenda essa reivindicação iremos nós prolongar a greve, comentou Rosana Carvalho.


Em conversa com a reportagem do CANALDAQUI, Rosana Carvalho,presidente do Sindicato dos Profissionais da Educação,  explicou que, a categoria está lutando para que o governo do estado incorpore os R$ 200,00 de abono que foi dado em 2016  para os trabalhadadores administrativo em educação.


Desde 2016 a Fetems (Federação dos Trabalhadores da Educação de Mato Grosso do Sul),vem negociando com o governo para a incorporação no salário.  O atual salário da categoria é de R$ 829, sem o abono. Os servidores também reclamam que o salário base é menor que o mínimo vigente no país, que é de R$ 954. 


Em Sidrolandia as 04 escolas estão paralizadas com a greve da categoria."Não podemos esquecer que eles pagam a Cassemes, previdencia social,emprestimos e sindicato e nenhum trabalhador pode ter o salario base menor que o minimo explicou Rosana


Esse abono foi criado através de um decreto, "Podemos dormir com decreto e acordar sem decreto", ponderou queremos garantir que esse abono esteja efetivamente nos salários dos servidores.


O governo também ofereceu o auxilio-alimentação no valor de r$ 100 e a Fetems não aceitou, estamos com 100% do administrativo paralizados , 60 servidores, nas Escolas Catarina de Abreu, Sidronio Antunes de Andrade, Vespaziano Martins e Paulo Eduardo de Souza Firmo, 100% de paralização na rede estadual em Sidrolãndia, isso ja esta comprometendo o andamento das escola no municipio.


A greve teve inicio, na ultimaterça-feira (10), o governador Reinaldo Azambuja afirmou no dia 08 de abril que pode ir á justiça para impedir a manifestação. De acordo com a Fetems levantamento do sindicato de que pelo mesno 70% dos cerca de 6 mil trabalhadores administrativos aderiram a greve.


PP01

FONTE: Redação canaldaqui

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium