Quinta, 18 de outubro de 2018
(67) 98186-1999 - [email protected]
Saúde

09/04/2018 ás 16h47 - atualizada em 09/04/2018 ás 16h50

147

Aparecido Francisco

Mato Grosso do Sul / MS

Caravana da Saúde Indígena atende milhares de pessoas em Aquidauana
Durante visita do governador, doações foram feitas para o Hospital Regional
Caravana da Saúde Indígena atende milhares de pessoas em Aquidauana
Governador Azambuja acompanhado pelo prefeito Odilon Ribeiro

A saúde em Aquidauana está em destaque no cenário de investimentos do Estado. Este final de semana iniciaram milhares de atendimentos à população indígena, numa estrutura montada pelo Governo do Estado na aldeia Lagoinha, situada no distrito de Taunay, em Aquidauana. Neste sábado (7) já eram contabilizados três mil procedimentos executados pela Caravana a “Saúde Mais Perto de Você Indígena”. 


“Nossos índios nunca tiveram uma estrutura dessa dentro da aldeia. Além dos atendimentos em saúde, estão aqui regularizando o cartão do SUS [Sistema Único de Saúde], arrumando documentação, está aí a carreta da Justiça. Aquidauana nunca teve esse tratamento na saúde indígena que o Estado está proporcionando. Se eu estou feliz, imagina a nossa comunidade!”, afirmou o prefeito de Aquidauana, Odilon Ribeiro.


“Esse trabalho tem levado saúde e dignidade à população indígena de todo o Estado”, destacou o secretário de Estado de Saúde (SES), Carlos Coimbra. A previsão é que oito mil pessoas sejam atendidas pela Caravana, cuja estrutura deve permanecer no local por cerca de 30 dias.


Além dos atendimentos, o governador Reinaldo assinou na aldeia Lagoinha uma termo de liberação de recursos financeiros no montante de R$ 40.000,00 (quarenta mil reais) para custeio de ações de saúde do município de Aquidauana.


O governador Reinaldo Azambuja destacou que as consultas e procedimentos da Caravana em comunidades indígenas são uma iniciativa inédita para aproximar os atendimentos de saúde dessa população. 


“Com isso eles podem ter acesso a cirurgias, exames, consultas e diversos atendimentos médicos. São mais de 1.700 exames que serão realizados em toda a região de Aquidauana. Já fizemos isso em Miranda, agora em Aquidauana, e iremos estender isso a Dourados e a todas as aldeias da região de fronteira, fazendo um bom atendimento a essas comunidades”, afirmou o governador. 


São realizadas no local consultas de diversas especialidades médicas, exames como ultrassom e preventivo e cirurgias eletivas de vesícula, hérnia e laqueadura. “Já passei pelo cardiologista, fiz ultrassom e, agora, vou ser atendido pelo ortopedista”, contou Moacir Silva Ajala, de 60 anos, morador da Aldeinha, em Anastácio.


Cacique da aldeia Lagoinha, onde acontecem as atividades, Orlando Moreira elogiou a estrutura montada no local. “Esses atendimentos estão acelerando a saúde indígena que estava há muito tempo parada. É um privilégio para a nossa comunidade”, disse.


Participaram da visita aos trabalhos da caravana na aldeia a primeira-dama do Estado, Fátima Azambuja, a primeira-dama de Aquidauana, Maria Eliza Ribeiro, a vice-governadora, Rose Modesto, a secretária de Estado de Políticas Públicas para as Mulheres, Luciana Azambuja, o diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Miranda, os deputados estaduais Enelvo Felini, Felipe Orro e Paulo Corrêa, a prefeita de Miranda, Marlene Bossay e os prefeitos de Nioaque e Anastácio, respectivamente, Valdir Júnior e Nildo Albres, além de secretários municipais e vereadores de Aquidauana e da região e representantes da imprensa local.

FONTE: topmidianews

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium