Segunda, 20 de agosto de 2018
(67) 98186-1999
Saúde

13/03/2018 ás 08h25

98

Aparecido Francisco

Mato Grosso do Sul / MS

Pelo 6º ano seguido, planos de saúde lideram em reclamações
Problemas com cartão de crédito respondem por 26% dos contatos feitos na categoria de serviços financeiros
Pelo 6º ano seguido, planos de  saúde lideram em reclamações
Pelo 6º ano seguido, planos de saúde lideram em reclamações

Os planos de assistência médica continuam os campeões de reclamações e dúvidas de consumidores no país. Pelo sexto ano consecutivo, o setor lidera a lista de insatisfação divulgada pelo Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor).


Apesar disso, os planos de saúde tiveram queda na parcela de insatisfação, que foi de 28% das queixas ao órgão em 2016, para 23,4% em 2017.


A categoria de produtos, por sua vez, vem crescendo no número de reclamações ano a ano cresceu nos últimos anos e foi a 2ª colocada no ranking divulgado nesta segunda (11), com 17,8%. Era a 4ª na lista de 2015 e foi a 3ª em 2016.


Completam a lista as categorias de serviços financeiros (16,7% de queixas e dúvidas), telecomunicações (15,8%) e a nova categoria, água, energia e gás (7,2%). Serviços que não se enquadrem nas categorias listadas acima são responsáveis por 19,1% do total de 6.583 atendimentos do Idec.


Dentro dos planos de saúde, quase metade das queixas (45%) são sobre reajustes abusivos, queixa que segundo o instituto é mais frequente em planos coletivos, não regulados pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar). Em produtos, as principais reclamações são de mercadorias com defeitos (31%).


Problemas com cartão de crédito respondem por 26% dos contatos feitos na categoria de serviços financeiros. Em telecomunicações, TV por assinatura (30%) e telefonia móvel (29%) têm a maior parcela de insatisfação. Na categoria de água, energia e gás, a principal reclamação é a cobranças de taxas, 56%.

FONTE: Folhapress

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium